NOTÍCIAS

O problema do lixo também é seu

18/05/2014

(Foto: Jader Paes )

Este ano, o Lixão do Aurá terá que fechar e Belém ainda não está fazendo a sua parte para resolver esse desafio. Não adianta fingir que não é com você: agora o problema passou a ser de todos nós

A questão da limpeza urbana, além do cotidiano, retorna às rodas de conversa pela urgência da ocasião: Belém precisa encontrar um novo destino para as mais de mil toneladas de lixo que sua população produz diariamente. Com o Lixão do Aurá condenado ao fechamento, a cidade, que não tem mais para onde se expandir, precisa construir um novo destino para as mais de mil toneladas de lixo que produz  diariamente. 

Na questão do combate ao lixo, todos somos parte do problema, porque produzimos lixo, e vítimas, porque temos nossa qualidade de vida afetadas por ele. Dessa forma, antes de esperar uma ação do poder público, devem partir de nós ações para superar esse problema. E é pensando nisso que o projeto Orgulho do Pará dá continuidade à campanha Agentes do Bem, agora sob o tema ‘Cidade Limpa’. Serão 24 matérias especiais, publicadas ao longo de 45 dias, enfocando como o cidadão, no seu dia a dia, pode fazer a sua parte e ajudar a construir um panorama diferente para a limpeza de nossas cidades.

FIM DA LINHA PARA O LIXÃO

A corrida para o fechamento do Aurá, que desencadeia essa preocupação na região metropolitana, se dá por conta da aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, sancionada em 2010 e que entra em vigor este ano. Através de negociações com o Ministério Público do Estado, as prefeituras de Belém, Ananindeua e Marituba chegaram ao prazo de agosto de 2014 para iniciar o fechamento do lixão e dar início à construção do novo aterro sanitário. Esse projeto ainda não foi apresentado e a expectativa é que, ao lado de Brasília e Porto Velho, Belém seja uma das três capitais a não cumprir o plano, estabelecido ainda em 2010 -, o que deve acarretar algumas perdas e punições ao município.

“A lei não estabelece exatamente que punições cada prefeitura que não cumprir o plano deve sofrer, mas o governo tem criado alguns mecanismos de pressão para que as prefeituras cumpram seu papel. Um deles é o corte de recursos. Quem não apresentar e iniciar a execução dos planos não vai poder receber verbas para as obras de infraestrutura do tratamento de resíduos sólidos”, explica o advogado Paulo Cavalcante, especialista em direito ambiental.

VOCÊ FAZ O LIXO

Para o advogado, a política traz uma esperança e um grande desafio na mudança dos hábitos do consumidor. “Quando você procura disciplinar o consumo, trocando o produto gasto por um novo, e distribuir as responsabilidades entre empresas, estado e população, você está indo ao centro da questão. A limpeza pública passa pelo exercício cotidiano da cidadania, que é uma consciência que infelizmente temos visto declinar na nossa cidade. Se conseguirmos retomar essa ideia, penso que podemos ter alguns resultados muito bons”, aposta Paulo.

O advogado aponta para a sujeira nas vias públicas como o sinal mais forte do descaso geral com a limpeza e dos riscos que ela propicia. “É claro que o cidadão deve cobrar dos seus governantes condições de saneamento adequadas, mas, quando ele propicia que o lixo entupa ralos e vias de escoamento, ele está fazendo a sua parte para os alagamentos dos quais nossa cidade é vítima nesses períodos de chuva e, com isso, que se proliferem doenças que a água contaminada pelo lixo acarreta” , aponta Cavalcante.

(Taion Almeida/Diário do Pará)

 

AGENTE DO BEM

CUIDE DO LIXO E MUDE SUA CIDADE

Incentivar o maior número de pessoas a debater novas ideias e a se envolver em ações, posturas, comportamentos e atitudes que ajudem a construir cidades melhores -combatendo problemas que estão ao alcance de todos, para além da intervenção do poder público - é o objetivo da campanha Agente do Bem. Engaje-se.

MAIS NOTICIAS

CIDADE LIMPA

O Brasil do papel moeda

27/07/2014

CIDADE LIMPA

Sonhos no papel

27/07/2014

CIDADE LIMPA

O alumínio e o Brasil

20/07/2014

CIDADE LIMPA

Um coração de lata

20/07/2014