NOTÍCIAS

Saiba o que é coleta seletiva

25/05/2014

Como começar a resolver o problema?

COLETA SELETIVA

- Você não precisa de coletores diferentes;

- Use apenas um saco ou uma caixa para os recicláveis e outro para o lixo úmido (orgânico e rejeitos);

COMO É A COLETA? 

1 – Coloque os materiais recicláveis em caixa ou saco e leve para a estação de coleta seletiva, separando o lixo orgânico e rejeitos. Os recicláveis são coletados, separados e vendidos para as indústrias recicladoras;

2 – Para a coleta comum, feita pela prefeitura, devem seguir os resíduos orgânicos como sobras de alimentos, cascas de frutas, verduras e também os rejeitos como pó de varrição, lenços, fraldas descartáveis, absorventes, fotografias, louças, porcelanas e papéis engordurados;

3 – Com isso economizamos recursos, aumentamos a vida útil dos aterros sanitários, melhoramos a qualidade de vida e geramos empregos e renda.

O QUE RECICLAR?

- Plástico: garrafas de água e refrigerante, sacolas plásticas, etc.

- Vidros: garrafas, potes e frascos de alimentos e outros.

- Papel: jornais, revistas, cadernos, folhas, livros, listas telefônicas, caixas de papelão, caixas de sucos etc.

- Metal: latas de bebidas, de alimentos, panelas (sem cabo), talheres, bacias etc.

DICA IMPORTANTE!

- Para facilitar o trabalho das cooperativas lave frascos, embalagens, vidros e garrafas. Isso evita a presença de insetos e outros animais, o mau cheiro e facilita o armazenamento em casa até a destinação para a coleta seletiva.

 

Para onde levar seu material separado?

COLETA DA PREFEITURA

- Ecopontos: Praça Batista Campos, Praça da República, Portal da Amazônia, Orla de Icoaraci e dois pontos de coleta no Complexo do Ver-o-Peso. 

- O Disque Sesan 156 recebe pedidos, denúncias e efetua programação para retirada de entulho e limpeza de bueiros e canais.

ELES TAMBÉM AJUDAM 

- Na Web: o site www.rotadareciclagem.com.br possui cadastro de cooperativas, pontos de entrega voluntária (PEV) e compradores de recicláveis. 

- A ONG Noolhar orienta como efetuar descartes. Fone: (91) 3222-2277.

- O Movimento República de Emaús recebe doações de roupas e objetos usados. Fone: (91) 3015-4056.

(Pryscila Soares/Diário do Pará)

MAIS NOTICIAS

CIDADE LIMPA

O Brasil do papel moeda

27/07/2014

CIDADE LIMPA

Sonhos no papel

27/07/2014

CIDADE LIMPA

O alumínio e o Brasil

20/07/2014

CIDADE LIMPA

Um coração de lata

20/07/2014